home care geriatria ou domicílio
Bem estar e comportamento do idoso Cuidador de idoso Saúde do idoso

Home care, geriatria ou domicílio? O que é melhor para o idoso?

Home care, geriatria ou domicílio? Serviços de Home Care, asilos, profissionais de geriatria e domicílio: qual deles escolher? Entre as diversas opções de cuidado para pessoas da terceira idade, algumas se destacam. As mais comuns são as apresentadas acima. Mas como escolher a melhor para seu caso e realidade? Veja informações importantes sobre este assunto a seguir. Além disto, saiba como contar com os melhores serviços para os idosos.

O que considerar antes de decidir entre Home Care, asilo, geriatria e domicílio

Entre as principais alternativas de assistência à idosos, há algumas diferenças importantes entre Home Care, asilo, geriatria e cuidar em casa. Alguns aspectos principais incluem:

  • As condições de saúde física, mental e psicológica do idoso;
  • O nível dos cuidados que a pessoa precisa para manter sua saúde e bem-estar;
  • As condições econômicas e organizacionais da família do idoso;
  • O estágio de independência do idoso.

Estas são circunstâncias que pesam muito na hora de optar por uma modalidade de serviço de atendimento aos idosos. Além disto, também é preciso entender o funcionamento de cada uma destas modalidades.

Diferenças entre Home Case, asilo, geriatria e domicílio

Depois de levar em conta os fatores sobre o nível de cuidado que o idoso precisa, além de como a família pode contribuir, é importante saber as principais características de cada serviço:

quem cuida do cuidador de idosos - Home care, geriatria ou domicílio
  • O Home Care consiste em contratar cuidadores especializados para ajudar o idoso em seu dia a dia. Estas incluem higiene, alimentação, saúde e demais tarefas;
  • O asilo é uma instituição que pode oferecer estadia temporária ou morada permanente para o idoso. O local conta com infraestrutura e cuidados completos para ele;
  • O geriatra é o profissional encarregado de avaliar as condições de saúde de quem está na terceira idade. Ele estuda as melhores técnicas e métodos para o cuidado e estimula a independência dos pacientes;
  • Por fim, o cuidado em casa envolve a participação da família do idoso em assisti-lo no dia a dia. Trata-se de uma responsabilidade que inclui o cuidado de todos para propiciar saúde e bem-estar ao familiar.

Para decidir entre Home Case, asilo, geriatria ou domicílio, é preciso considerar o que será melhor para a situação do idoso. Além disto, a família deve estar sempre presente em todos os casos, proporcionando carinho e cuidados para seu bem-estar.

Outras informações importantes para levar em conta

Considerando todas as alternativas de cuidados com os idosos que há hoje em dia, o diálogo é uma das melhores saídas. Tanto a conversa entre os familiares quanto com a própria pessoa na terceira idade tem grande peso na decisão. Assim sendo, é preciso considerar o seguinte:

  • É preciso ter segurança de ambos os lados antes de escolher um tipo de assistência para o idoso, que o deixe confortável e que a família fique segura;
  • No caso de uma instituição ou profissional, é preciso ter as referências que assegurem sua qualidade, bem como acesso à documentação que comprove seus serviços;
  • Em qualquer um dos casos há um período de adaptação do idoso, que deve ser levado em conta para que as melhores atitudes sejam tomadas.

Um pouco mais de detalhes sobre Home care, geriatria ou domicílio

Acesso a cuidados em uma geriatria:  cuidados em home care, por sua própria natureza, fornecem atendimento 24 horas por dia. É composta por pessoal clínico qualificado (principalmente enfermeiros) e outros profissionais médicos visitantes, como médicos. No entanto, não oferece atendimento de emergência para condições agudas. Este tipo de atendimento é fornecido em um ambiente hospitalar. O atendimento home care é mais adequado para indivíduos de alta dependência que não conseguem realizar a maior parte do autocuidado.

Acesso ao atendimento em casa(home care):Em todo o dia, os cuidados em casa podem ser facilmente alcançados, com base nos requisitos individuais.

A vantagem da assistência domiciliar é que ela é totalmente flexível e pode ser adaptada às necessidades específicas do indivíduo. A atenção domiciliar oferece diferentes níveis de atenção, em que o indivíduo seleciona os serviços em um pacote de cuidados domiciliares que melhor se adapte a eles.

Isso garante que eles estejam recebendo o tipo exato de cuidado que precisam. Eles podem ser capazes de preparar refeições básicas para si, mas podem precisar de ajuda para preparar uma refeição principal quente, ajudar com um banho ou banheira, uma visita regular de um fisioterapeuta ou algum apoio social.

A vantagem da assistência domiciliar é que ela não é uma abordagem abrangente, e adequar o tipo de assistência às necessidades requeridas permite que a dignidade permaneça intacta e apóia um indivíduo a manter sua independência e viver a vida em seus próprios termos.

Depois de se ater a estas considerações, é possível decidir com segurança entre Home Care, asilo, geriatria ou cuidar em casa. 

cuidador de idosos

Bem-estar emocional

Bem-estar emocional em uma geriatria: alguns idosos podem achar que mudar de casa para a assistência residencial (geriatria) é uma experiência particularmente perturbadora, especialmente aqueles que estão nos primeiros estágios da demência. Pode ser bastante assustador e confuso. Perda de independência pode ser uma experiência emocionalmente desafiadora. A solidão também é um grande risco para a saúde e estar no cuidado residencial não o atenua simplesmente porque eles estão cercados de pessoas. Muitas vezes, os residentes não são capazes de levar muitos itens pessoais de casa com eles (devido a limitações de espaço ou saúde e segurança ocupacional). Estar cercado por coisas desconhecidas pode causar angústia e pode dificultar a resolução. Ser forçado a entrar em contato com pessoas que elas podem não ter muito em comum com espaços comunitários também pode ser um problema para alguns.

Bem-estar emocional em domicílio com Home care: A vantagem do atendimento domiciliar é que não há grandes mudanças na vida (como a mudança para um novo ambiente) a serem superadas. Apesar de ter um cuidador visitando a casa pode exigir um período de adaptação, é improvável que haja qualquer trauma ligado a ele, e introduzindo um cuidador gradualmente pode atenuar isso. A introdução de cuidados em casa pode, na verdade, aumentar o bem-estar emocional, se a pessoa mais velha desejar permanecer em casa. Interações sociais e familiares usuais podem continuar e ter apoio extra pode permitir que a pessoa idosa faça algumas coisas que não conseguiriam sem o apoio domiciliar. Estar em um lugar familiar, com suas próprias coisas, não pode ser subestimado.

Priorizando o melhor para o idoso

Agora que você tem um panorama geral das opções de cuidado com idosos mais utilizadas, o melhor a ser feito é refletir. Leve estas dicas em consideração e certifique-se de que a decisão tomada é a mais adequada, tanto para a família quanto para quem está na terceira idade. É preciso ter tempo e estrutura para cuidar em casa ou profissionais qualificados para prestar atendimento.

Fontes: Minha Vida Novo Lar Stives Homecare

Posts Relacionados